Nota da FIP sobre o “novo” vídeo do PSTU-RJ.

O vídeo divulgado pelo PSTU apenas reforça as mentiras e leviandades contra a FIP. O acusacionismo inconsequente e sem provas desse partido evidencia aquilo que já havíamos dito: a FIP não atacou a sede do PSTU. O vídeo demonstra uma das formas mais manipuladoras usadas inclusive pela Rede Globo e a mídia tradicional, chamada de “indução ao erro”. Vejamos:

  1. As imagens comprovam que a afirmação que consta na nota do PSTU de que havia 45 militantes da FIP é mentirosa.
  2. A FIP nunca afirmou que o PSTU agrediu “militantes da FIP”. O que diversas pessoas afirmaram é que o PSTU ameaçou e agrediu manifestantes. Aliás, no início do vídeo, o PSTU parece partir do princípio de que todos ali são da FIP, quando constatamos que não há militantes que atuam na FIP no contexto da discussão mostrado no vídeo.
  3. Essas pessoas afirmaram, em diversos momentos, que as ameaças e agressões do PSTU contra manifestantes ocorreram na manifestação e não na Lapa.
  4. Aqueles que o PSTU indica como “militante da FIP 1” e “militante da FIP 2” não participam da FIP. Portanto, o “plano de sair dali e retornar depois” que o PSTU diz existir no vídeo e que teria sido proposto pelo militante #1 não é afirmado por ninguém que milita na FIP.
  5. O vídeo mostra que não há militantes do MEPR, organização que o PSTU acusou desde o início. Ou seja, a falta de compromisso do PSTU com a verdade e sua tentativa de atacar e criminalizar organizações e movimentos é constante.
  6. Apenas uma pessoa que aparece no vídeo já participou de espaços abertos da FIP (plenárias). Como o próprio vídeo mostra, ele não está lá em nenhuma ação da FIP nem agiu em nome da Frente. As deliberações da FIP ocorrem em plenárias, que são abertas. Se o “plano de sair dali e retornar depois”, como sugere o vídeo, teria surgido espontaneamente naquela noite, como foi uma ação da FIP?
  7. Ao final, o PSTU usa novamente a palavra “atentado”. Reafirmam sua má-fé. O vídeo é conclusivo em mostrar que não houve nenhum “atentado”.
  8. Por que o PSTU não disponibiliza o registro de ocorrência que realizou e seu conteúdo?

O PSTU permanece com suas mentiras, forjando provas. Longe de defender a democracia operária, quer manipular as informações de forma leviana para atacar organizações, movimentos e militantes que divergem dele. Ficou evidente que seu compromisso não é com a verdade e, sim, em imputar à FIP a responsabilidade pelo que aconteceu. Mas, com isso, transparecem as contradições. As imagens são claras: a FIP NÃO PARTICIPOU dos acontecimentos.

Tendo esclarecido os fatos, a FIP informa que não continuará nessa discussão. Nossa preocupação e foco é com a luta do povo, com a classe trabalhadora e com a revolução.

Viva a luta popular!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s