Nota e fotos da primeira audiência do processo-espetáculo contra a FIP

Hoje, mais uma vez, o Judiciário mostrou ao que serve e a quem serve. Igor Mendes, Karlayne Moraes e Elisa Quadros tiveram o Habeas Corpus negado. Continuam presos. Elisa e Karlayne “foragidas”, segundo o ‘Estado de Exceção’. Igor Mendes, no presídio de Bangu. Os três estiveram num evento cultural e, por isso, apenas por isso, estão presos. Todo o processo é uma falácia, assim como a razão de estarem presos.

A outra audiência ainda está em andamento. Hoje, apenas as testemunhas de acusação estão depondo contra os 23 ativistas que são nada mais nada menos do que presos da Copa do Mundo. Presos políticos. Além das remoções e assassinatos, outro legado da Copa do Mundo são os ativistas presos.

A audiência transcorre com acusações sem provas. As testemunhas se baseiam em denúncias do agressor de mulheres, Felipe Braz, que foi rechaçado dos movimentos sociais do Rio de Janeiro. Nenhuma prova, apenas mentiras.

* Informação direto da audiência:
Uma das testemunhas, uma delegada, foi perguntada por Marino (advogado de defesa) se ela sabia que uma das bases do inquérito, Clayton, tem problemas mentais, confirmado pela própria mãe em depoimento. A delegada respondeu: “eu sei, a mãe dele disse que ele tem problemas mentais, mas que ele não mente”. Essa é a base de umas das argumentações da acusação.

LUTAR NÃO É CRIME! NÃO TEM ARREGO!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s