Calendário de atividades

– 12/08 (4ª feira), 18h, IFCS: Reunião do Comitê em defesa de todos os presos políticos

– 14/08 (6ª feira), 17h, Cinelândia (concentração): Ato de escracho no bar Ximenes: Basta de violência contra a mulher!

Evento: https://www.facebook.com/events/947461985297579/

– 17/08 (2ª feira), 12h, em frente ao TJ: Ato em apoio à Deize Carvalho, mãe de Andreu

(no 9º andar, 4ª vara, Tribunal do júri, 14h30 acontecerá audiência do caso)

– 20/08 (5ª feira), 16h, UFF (Bloco A, Campus Gragoatá): Roda de conversa sobre a Guerra Civil Espanhola organizada pelo Comitê Independente de Greve

Evento: https://www.facebook.com/events/1219695674714492/

– 22/08 (sábado), 16h30, CESAC: Círculo de mulheres com roda de maracá (Resistência Aldeia Maracanã)

– 23/08 (domingo), Aldeia Maracanã: Ato político-cultural

– 24 a 27/08 (2ª a 5ª feira), 17 às 21h, UERJ (saída para o metrô): Exposição fotográfica “Retratos da Revolução Agrária” (dias 24 e 27 contará com a presença do fotógrafo, Ellan Lustosa)

Evento: https://www.facebook.com/events/1477784545869949/

– 27/08 (5ª feira), 16h e 19h: Debate público da FIP em comemoração aos 2 anos do 1º ato da Frente. 16h: Conjuntura; 19h: 2 anos da FIP: Balanço e perspectivas

– 28/08 (6ª feira), ADEP: Encontro de educação popular

– 21/08 (6ª feira), 19h, IFCS: Plenária da FIP para construção do debate do dia 27

Anúncios

Novo texto de Igor Mendes para o Tribuna da Imprensa online:

http://www.tribunadaimprensaonline.com/2015/08/o-aguardado-depoimento-das-companheiras.html

AGUARDADO DEPOIMENTO DAS COMPANHEIRAS MOA E ELISA. JOSÉ DIRCEU E O AFUNDAMENTO DO PT

IGOR MENDES
Ocorreu nesta quarta-feira, 05/08, mais um capítulo do processo fascista contra os 23 ativistas políticos do Rio, no caso, especificamente, o depoimento das duas companheiras que mantiveram-se de dezembro a junho último na clandestinidade: Moa e Elisa (Sininho). Como era esperado, os abutres da imprensa monopolista estiveram a postos, prontos para usar qualquer frase das ativistas para “apimentar” a imagem de terroristas que tentaram nos impor.
A postura altiva das companheiras, entretanto, sobretudo de Elisa, que defendeu-se com firmeza e serenidade em Juízo, frustrou esses objetivos obscuros. Deixo aqui registrada, aliás, minha saudação a essa posição corajosa, intransigente com o fascismo e os métodos de manipulação e perseguição política, usados à exaustão ao longo desse processo. Quem deve explicações ao povo são aqueles que valeram-se de provocações, grampos ilegais, deturpação de fatos e frases, ademais de prisões inconstitucionais, que violaram acintosamente os direitos fundamentais de expressão e manifestação, pelo menos em tese assegurados a todos os brasileiros. A sentença da história impor-se-á implacável, sem dúvida, sobre os que tentam calar as vozes das jornadas de junho e particularmente da nossa juventude.
 
José Dirceu é o retrato do PT
Quantas vezes José Dirceu orgulhou-se de ser o artífice do PT, principal articulador político da sigla, presidenciável, “primeiro ministro”, quantas vezes discursou, nos tempos da Casa Civil, usando o termo “o meu governo”.
Como dizem por aí, o mundo dá voltas.
Hoje, está preso na Lava Jato, podendo morrer na cadeia, enquanto o “seu” Partido o abandonou e o “seu” governo arrisca ir para o buraco, com Lula e tudo. Inimigo do povo brasileiro, expert nas práticas mafiosas para cooptar e descartar adversários dentro e fora da sigla, não seria a primeira vez que esse obscuro Zé Dirceu trilharia a senda da delação, de que é acusado por militantes que atuaram com ele nos tempos da luta armada na década de 1970.
O PT tentou no seu programa de TV o discurso óbvio: a “crise não é boa para ninguém”, e o naufrágio do governo Dilma seria o naufrágio da “democracia” e do próprio País. Falso: se é verdade que nenhuma das siglas ditas de oposição representam a insatisfação generalizada da população com a ordem existente, também é verdade que a ilusão de grandes parcelas dos trabalhadores e da “classe média” com o PT foi nas últimas décadas o grande empecilho para que transbordasse no Brasil um profundo e autêntico processo de mobilização popular, independente do peleguismo e do eleitoralismo. Derrubada essa ilusão, que tem na figura do Lula seu último refúgio, ainda assim crescentemente fragilizado, e perigando ser preso se Dirceu abrir a boca, terá o povo brasileiro um obstáculo a menos para a sua libertação.

Plenária da FIP-RJ na próxima segunda-feira, dia 10

Companheiros,

nesta segunda-feira, dia 10, teremos mais uma plenária da FIP. Estamos chegando à reta final do processo contra ativistas e precisamos discutir nossas próximas ações, bem como a campanha contra a redução da maioridade penal e outras formas de atuação.

 

Plenária da FIP-RJ

Data: 10/8, segunda-feira

Local: UERJ (9º andar)

Horário: 19h

 

Sejam pontuais, puxamos o horário pra mais tarde para começarmos na hora. Compareçam!

Saudações!

Calendário de Atividades

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES

calendário de atividades

– 3/8/15 – 2ª feira, 13h: Ato Panfletagem durante audiência dos advogados perseguidos políticos Nesse dia ocorrerá a Audiência de instrução e julgamento do advogado Marino D’Icarahy

Local (da audiência): sala 704 TJ Audiência 29ª Vara Criminal – Autor:Juiz Flavio Itabaiana X Advogado Marino Dicarahy- Injúria e Calúnia

Evento: https://www.facebook.com/events/122588814749717/

Local do Ato-Panfletagem: em frente ao TJERJ

Evento (dias 3 e 4/8/15): https://www.facebook.com/events/654955861270928/

-4/08/15: 3ª feira, 13h – Ato Panfletagem durante audiência dos advogados perseguidos políticos. Nesse dia ocorrerá a Audiência da acusação de lesão corporal leve contra o fascista coronel da PM Luis Henrique Maranhão.

Local da audiência: 3o Juizado Especial Cível, 5o andar, sala 504

(Nas palavras da advogada do Povo: “Fui vítima de lesão corporal leve em 2014, quando participei do ato da greve dos garis na Cidade Nova. Fui tirada à força quando o cel. PM Luis Henrique Marinho, que não permitiu a minha entrada junto à comissão indicada pelos trabalhadores em assembléia, segurou meu braço e me empurrou escada abaixo. Tivemos dificuldade de trazê-lo ao tribunal e, agora, ele terá de comparecer”.)

Local do Ato-Panfletagem: em frente ao TJERJ

Evento: https://www.facebook.com/events/654955861270928/

– 5/8/15 – 4ª feira, 14h30: Interrogatórios de Elisa e Karlayne.

Local: TJ (CAC do 4º andar da Lâmina II)

Evento: https://www.facebook.com/events/774575762655279/

– 1º/9/15: 2ª Audiência do companheiro André (Testemunhas de Defesa)

Local: TJ (16ª Vara Criminal)