Palestra da FIP “Manifestações X Discurso da Mídia” no Colégio Monteiro Lobato de Campo Grande, Rio de Janeiro.

A Frente Independente Popular/RJ realizou nesta quarta-feira (30/10) uma palestra sobre as Manifestações (“Manifestações X Discurso da Mídia”) no Colégio Monteiro Lobato de Campo Grande. A palestra teve como público alunos do 3° ano do Ensino Médio e contou com a participação de alguns professores da Instituição.
A palestra foi realizada à pedido de um professor da Instituição que entrou em contato com a FIP através de nosso e-mail.
Assim, a FIP gostaria de agradecer toda o acolhimento e receptividade da comunidade escolar do Monteiro Lobato. Gostaríamos de agradecer especialmente:
– à Coordenação e à Direção do Colégio, não só por permitirem a realização da palestra, mas por incentivarem a discussão de temas tão importantes e atuais dentro das salas de aula, incentivando a formação de estudantes críticos e conscientes de seu papel político na sociedade;
– aos Professores, por terem entrado em contato com a FIP, por todo apoio, ajuda e paciência com os palestrantes.
– aos alunos, por todo interesse, participação, atenção e paciência;

PS.: Agradecemos também pelo lanche oferecido aos palestrantes;

A FIP está aberta e receptiva para realização de outras palestras em escolas, universidades, comunidades etc.
Os contatos com a FIP podem ser realizados diretamente por mensagem de “in box” no facebook ou atrvés de nosso e-mail: frenteindependentepopular@hush.com

Frente Independente Popular é criada em Belém

(Com informações do Comitê de apoio ao AND em Belém)

Ocorreu no último dia 18 de outubro em Belém, capital do estado do Pará, uma reunião para a conformação da Frente Independente Popular nos moldes da que já existe no Rio de Janeiro. A FIP paraense incorporou a palavra “Cabana” ao seu nome, numa clara alusão a maior revolta popular da história do Brasil, a Cabanagem, que ocorreu no estado durante o chamado Período Regencial.

A FIP Cabana procura romper com o reformismo do chamado “Movimento Belém Livre”, organização reformista que convocou os atos durante a rebelião popular ocorrida em todo o Brasil nos meses de junho/julho. Compõem a FIP Cabana o Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR), os Black Blocs, a Unidade Vermelha (UV) de Belém, a Confederação Obreira Brasileira de Belém, a Federação Operária Anarquista Paraense e o Movimento Revolucionário Socialista (MRS). Os membros dos partidos oportunistas/eleitoreiros poderão participar desde que como indivíduos.

As bandeiras de luta da FIP Cabana foram definidas após debate e consenso entre as organizações presentes:

A nível internacional:

1°- A FIP apoia a luta anti-imperialista e repudia as ações de submissão nacional.

A nível nacional:

1°- Liberdade para os presos políticos das manifestações de 2013.

2°- Contra a criminalização das manifestações públicas.

3°- Lutar contra o oportunismo eleitoreiro.

4°- Apoiar e incentivar as lutas sindicais em todo o país.

5°- Lutar contra a agressão imperialista ao povo brasileiro.

A nível municipal:

1°- Passe Livre nos transportes públicos, tanto para estudantes quanto para as classes trabalhadoras.

Definiu-se, também, a organização interna e aspectos de segurança, uma vez que a criminalização das massas em luta por parte das gerências de turno não é novidade. As próximas reuniões definirão os atos e protestos a serem realizados. Em breve relataremos essas ações.

(