Manifestação contra a Rede Globo (7/11/13)

Caros,

no próximo dia 7 de novembro, quinta-feira, a Frente Independente Popular-RJ realizará um ato contra a Rede Globo. Como principal facção do monopólio da imprensa no Brasil, a Globo, histórica e atualmente, cumpre o papel de criminalizar as lutas populares sendo a principal porta-voz da grande burguesia, dos monopólios estrangeiros, dos governantes de plantão e do que há de mais atrasado na sociedade brasileira.

No dia 7/11 realizaremos um grande ato de repúdio popular a esse partido fascista chamado Organizações Globo!

Concentração às 17 h, na rua Jardim Botânico, n. 266, uma das sedes da Rede Globo.

 

Debate HOJE na UERJ

Uma das atividades desta semana da Frente Independente Popular, tirada em plenária, é a participação no debate que acontece hoje, às 18h, no hall do 4º andar da UERJ.

Segue o texto chamando para o evento:

“No último dia 15, durante a manifestação de apoio a greve dos profissionais da educação, o Estado promoveu uma grande repressão, detendo mais de duzentas pessoas e enviando quase uma centena para presídios de segurança máxima. É sobre a escalada de repressão e o terrorismo de Estado que iremos conversar”.

O debate acontecerá no hall do 4º andar da UERJ, às 18h de hoje (29 de outubro).

 

 

Ato pela educação: esse acordo não é nosso! (28/10/13)

Convocação FIP: é amanhã! Vamos parar o Rio.

Segue o texto da convocação do evento no Facebook:

“No dia 22 de Outubro os profissionais da educação tomaram um tiro nas costas. Uma reunião às portas fechadas com a presença do Ministro Fux, do secretário de educação do Estado Wilson Risolia, da secretária de educação do Município Claudia Costin e de membros da coordenação geral do SEPE, aprovaram um acordo que assinava a rendição da greve histórica de 2013 e o fim desta sem qualquer benefício para os trabalhadores da educação, para os alunos e para o povo. Nas assembleia do estado e do municipio, nos dias 23 e 24, confirmava-se o fim da greve na educação e a traição da direção do sindicato em relação aos anseios dos trabalhadores. É preciso destacar que este acordo não contou com a participação dos mais de 100 profissionais da educação que foram em caravana para Brasília e que, infelizmente, foram impedidos pela direção do sindicato de participar da audiência, de se aproximar do Tribunal de Justiça e até mesmo de permanecer em Brasília enquanto a audiência ainda acontecia.
A luta da educação, que levou mais de 200 mil pessoas às ruas em apenas dois dias, que envolveu pais, alunos, funcionários, professores, comunidades, movimentos sociais, que se tornou uma referência de luta para todo o Brasil, foi apunhalada pela união dos governos municipal, estadual, federal e pela direção do sindicato.
Mas a luta não acabou. A revolta não acabou. As escolas públicas ainda continuam sendo reservatórios onde tacam alunos e professores considerados sem “valor”. Ainda continuam com salas de aulas lotadas, banheiros quebrados, com diretores indicados, com disciplinas com apenas 50 minutos, com turmas sendo fechadas constantemente, com alunos, professores e funcionários sendo removidos como lixo a cada novo fechamento de escola (são mais de 300 escolas, apenas do Estado, fechadas em 3 anos), com professores e funcionários mal-remunerados.
Por isso, na segunda-feira (28 de Outubro), nos concentraremos as 7h da manhã, na Rodoviária Novo Rio, para mostrar nossa revolta e dizer ao povo que apoiou nossa luta que ela não terminou e não irá terminar.

– Contra o acordão feito em Brasília.
– Repúdio total a postura do STF em relação a greve da educação
– Pela libertação de todas as presas e todos os presos políticos
– Total apoio aos manifestantes em São Paulo.
– Por uma educação a serviço do povo”.

Panfletagem na Central, 1/11/13

Dia 01/11, às 16h30, a Frente Independente Popular – RJ fará uma nova panfletagem na Central do Brasil, denunciando os crimes do estado que no dia 15 de outubro prendeu mais de 200 manifestantes sem qualquer prova e/ou flagrante. Manifestantes que lutam por direitos que nunca tiveram; que lutam por saúde, educação, transporte etc.

Falaremos também sobre o papel da mídia em tentar distorcer os protestos legítimos, principalmente as Organizações Globo, ao criminalizar as manifestações com inverdades. Chamando, por exemplo, manifestantes de vândalos.

Venha nos ajudar nessa luta.
Disponibilizaremos o panfleto para impressão.

FIP

Panfletagem em Manguinhos

Dia 30/10, às 16h30, a Frente Independente Popular-RJ fará uma nova panfletagem em Manguinhos, denunciando os crimes do estado pelo seu braço armado nas favelas do Rio de Janeiro: as UPPs.

Falaremos também sobre o crime contra o direito à moradia. Famílias estão sendo removidas de suas casas por toda a cidade, inclusive em Manguinhos.

A concentração será às 16h30 na Estação de Trem do bairro (ramal Saracuruna), e a atividade às 17h.

Venha nos ajudar nessa luta.
Disponibilizaremos o panfleto para impressão.

FIP